PORTUGUÊS | ENGLISH  | ESPAÑOL
Menu

A UICN e o WRI Brasil fundaram o VERENA, com o apoio financeiro da CIFF, em 2015. O projeto foi inicialmente concebido pelo empresário Roberto Waack, que se afastou em 2016 para liderar a Fundação Renova.

A Children’s Investment Fund Foundation (CIFF) é uma organização filantrópica independente, com sede em Londres (Reino Unido) e com escritórios em Nairóbi (Quênia) e Nova Déli (Índia). A fundação trabalha com uma grande rede de parceiros para transformar as vidas das crianças vulneráveis dos países em desenvolvimento. 

 O WRI Brasil é uma organização de pesquisa, que trabalha em estreita colaboração com líderes para transformar grandes ideias em ações de maneira a preservar os recursos naturais, criando uma base para oportunidades econômicas e o bem-estar humano. A organização atua em três áreas principais: Cidades Sustentáveis, Clima e Florestas. O WRI Brasil integra o World Resources Institute (WRI), que está presente em mais de 50 países.

A União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) é a maior e mais antiga rede de organizações ambientais e atua desde outubro de 1948 para promover a conservação da natureza e o uso sustentável dos recursos naturais. Por meio de seus constituintes (organizações-membro, comissões temáticas e secretariado), a UICN participa de pesquisas científicas; promove e apoia a aplicação de instrumentos legais, políticas e práticas de conservação em âmbito nacional. Opera ou administra milhares de projetos em todo o mundo.

ROBERTO WAACK

Presidente da Fundação Renova. Biólogo, empresário e especialista em clima e sustentabilidade, é fundador e acionista da Amata S.A., da qual foi presidente. Ao longo de sua carreira, estabeleceu forte relacionamento com organizações da sociedade civil, com participação em conselhos de instituições como o Forest Stewardship Council (FSC), World Wildlife Fund (WWF), Global Reporting Initiative (GRI), Ethos, Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam) e Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio). Atua em conselhos de empresas dos setores florestal, de agronegócios e da nova economia. É mestre em Administração de Empresas pela FEA-USP.