PORTUGUÊS | ENGLISH  | ESPAÑOL
Menu

NOSSA MISSÃO

Visando o desenvolvimento de modelos econômicos robustos para engajar investidores e produtores rurais, o VERENA trabalha em quatro frentes para disseminar informações e impulsionar medidas que confiram transparência, confiabilidade e previsibilidade ao reflorestamento de espécies nativas para fins econômicos no Brasil.

1. GERAR INFORMAÇÕES E DADOS TÉCNICOS DE MERCADO - Com estudos que buscam dimensionar o potencial de negócios e o mercado futuro de madeira tropical e outros itens de silvicultura florestal, quer avaliar a dinâmica dessa cadeia produtiva e construir business cases robustos, que forneçam parâmetros confiáveis, de forma a subsidiar análises de risco e decisões de investimento.

2. DESENVOLVER INSTRUMENTOS ECONÔMICOS E FINANCEIROS - Além de mapear os recursos já acessíveis para financiar a atividade — como títulos verdes e fundos governamentais e internacionais —, trabalha junto a instituições financeiras e de fomento, como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Banco Mundial, em favor do desenvolvimento de mecanismos de crédito compatíveis com o ciclo produtivo da silvicultura nativa. Ele vai de 30 a 50 anos, enquanto as linhas existentes baseiam-se na cultura do eucalipto, com um ciclo de retorno de sete anos.

3. APOIA O FORTALECIMENTO DO MARCO REGULATÓRIO - Dedica atenção a oportunidades de melhorias no cumprimento da legislação ambiental e no aumento da eficiência da rastreabilidade da madeira, pois entende que esses são requisitos para ordenar o mercado e fortalecer a confiança dos investidores.

4. PROMOVE A ECONOMIA DE BAIXO CARBONO - Propõe e apoia o desenvolvimento de políticas fiscais e industriais que fortaleçam o reflorestamento comercial com espécies nativas a fim de oferecer modelos de negócios aderentes à economia verde e com baixo risco de danos ambientais.